terça-feira, 24 de dezembro de 2013

FELIZ NATAL





Um presente mais que especial!!!


Este presente chegou para você, dentro dele há tudo o que você precisa: uma mão amiga nos momentos difíceis, um abraço carinhoso num reencontro, uma palavra de sabedoria, um sorriso para te alegrar... há também outro embrulho com um valor imenso, é todo o meu carinho expresso de tantas formas que tenho por você!!
E sabe este brilho nos seus olhos, um tanto que emocionados ao recebê-lo? É o sentimento puro e sincero quando tocamos o coração de alguém!

Desejo um FELIZ NATAL com muito amor e paz!!

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

NATAL EM CRISTO





A Sabedoria da Vida situou o Natal de Jesus frente do Ano Novo, na memória da Humanidade, como que renovando as oportunidades do amor fraterno, diante dos nossos compromissos com o Tempo.
Projetam-se anualmente, sobre a Terra os mesmos raios excelsos da Estrela de Belém, clareando a estrada dos corações na esteira dos dias incessantes, convocando-nos a alma, em silêncio, à ascensão de todos os recursos para o bem supremo.
A recordação do Mestre desperta novas vibrações no sentimento da Cristandade.
Não mais o estábulo simples, nosso próprio espírito, em cujo íntimo o Senhor deseja fazer mais luz...
Santas alegrias nos procuram a alma, em todos os campos do idealismo evangélico
Natural o tom festivo das nossas manifestações de confiança renovada, entretanto, não podemos olvidar o trabalho renovador a que o Natal nos convida, cada ano, não obstante o pessimismo cristalizado de muitos companheiros, que desistiram temporariamente da comunhão fraternal.
E o ensejo de novas relações, acordando raciocínios enregelados com as notas harmoniosas do amor que o Mestre nos legou.
E a oportunidade de curar as nossas próprias fraquezas retificando atitudes menos felizes, ou de esquecer as faltas alheias para conosco, restabelecendo os elos da harmonia quebrada entre nós e os demais, em obediência à lição da desculpa espontânea, quantas vezes se fizerem necessárias.
È o passo definitivo para a descoberta de novas sementeiras de serviço edificante, atrav6s da visita aos irmãos mais sofredores do que n6s mesmos e da aproximação com aqueles que se mostram inclinados à cooperação no progresso, a fim de praticarmos, mais intensivamente, o princípio do “amemo-nos uns aos outros”.
Conforme a nossa atitude espiritual ante o Natal, assim aparece o Ano Novo à nossa vida.
O aniversário de Jesus precede o natalício do Tempo.
Com o Mestre, recebemos o Dia do Amor e da Concórdia.
Com o tempo, encontramos o Dia da Fraternidade Universal.
O primeiro renova a alegria.
O segundo reforma a responsabilidade.
Comecemos oferecendo a Ele cinco minutos de pensamento e atividade e, a breve espaço, nosso espírito se achará convertido em altar vivo de sua infinita boa vontade para com as criaturas, nas bases da Sabedoria e do Amor.
Não nos esqueçamos.
Se Jesus não nascer e crescer, na manjedoura de nossa alma, em vão os Anos Novos se abrirão iluminados para nós.

domingo, 17 de novembro de 2013

A AMIZADE






Amigo, hoje a minha inspiração
Se ligou em você
E em forma de samba
Mandou lhe dizer
Tâo outro argumento
Qual nesse nomento
Me faz penetrar
Por toda nossa amizade
Esclarescendo a verdade
Sem medo de agir
Em nossa intimidade
Você vai me ouvir
Foi bem cedo na vida que eu procurei
Encontrar novos rumos num mundo melhor
Com você fique certo que jamais falhei
Pois ganhei muita força tornando maior
A amizade...
Nem mesmo a força do tempo irá destruir
Somos verdade...
Nem mesmo este samba de amor pode nos resumir
Quero chorar o seu choro
Quero sorrir seu sorriso
Valeu por você existir amigo
Quero chorar o seu choro
Quero sorrir seu sorriso
Valeu por você existir amigo

Fundo de Quintal

sábado, 9 de novembro de 2013

Grandeza Latente


Há períodos que mergulho em  alguns questionamentos ou críticas que faço a mim mesmo... nesses momentos  desnudo o pensamento de como eu posso sempre saber, conhecer ou entender sobre quase todos os assuntos que se desenrolam a minha volta...Para uns isso é nomeado como arrogância, para outros aquela coisa de sabe tudo...No entanto minha vida não foi fácil...
Tentando me manter viva para realizar meus sonhos andei por vários caminhos buscando alternativas para chegar lá...Isso me proporcionou várias experiências...fui de cozinheira à chefe de cozinha...de empregada a patroa...de analisada a psicanalista... de estudante a bacharel...de bacharel a advogada...Mas meus sonhos não terminam ai ...Ainda existe muito mais ... desejo fazer o melhor no caminho que me propus seguir...E o maior  deles é ir de estudante a  mestre... com um diferencial... meu mestrado será recheado não só de teorias, mas de experiência, prática e teoria...Este será o diferencial que embora encontre grandes pedras e obstáculos pelo caminho me fazem seguir enfrente até chegar ao meu máximo e me tornar um gênio ...pois como disse um personagem do filme Gatacca..."Eu não guardei nada para a volta!!! Sendo assim a vida me proporcionou muitas experiências, pois conheço pessoas de 80 anos que não vivenciaram metade do que vive... Nesse sentido,  a vida me fez uma sobrevivente, que aprendeu cair e levantar...com oportunidades constantes para buscar o melhor, dando tudo que tenho para chegar lá até incorporar verdadeiramente minha grandeza latente...mesmo que isto me renda rótulos indesejáveis, pois o importante é o que verdadeiramente sou! 


Leila Sl Ribeiro Uzum

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Gostava Tanto de Voce - TIM MAI




Nem sei porque você se foi 
Quantas saudades eu senti 
E de tristeza vou viver 
E aquele adeus não pude dar 
Você marcou em minha vida 
Viveu, morreu na minha história 
Chego a ter medo do futuro 
E da solidão que em minha porta bate 

E eu gostava tanto de você 
Gostava tanto de você 

Eu corro, fujo dessa sombra 
Em sonho vejo este passado 
E na parede do meu quarto 
Ainda está o seu retrato 
Não quero ver pra não lembrar 
Pensei até em me mudar 
Lugar qualquer que não exista 
O pensamento em você 


Composição - Edson Trindade

domingo, 29 de setembro de 2013

Primavereando

 
Ah, então mais uma primavera...estou primavereando...
e quantas outras virão, pois que venham
E seja vida-vivida...seja por tristeza, alegrias e salvação...
A cada dia pura libertação.
Hei de viver o quanto puder, viver primeiramente para mim...
E como eu souber, do jeito que sou, mas modelada pela vida até o fim
Flexível, pra suportar os ventos inesperados,
Firme para me manter no caminho,
Com o olhar longínquo enfim.
Não seguirei modas, nada que me for imposto...
O que quero mesmo é amar ao próximo...
Como a mim mesmo
Este é meu ideal...
De começo e fim.
Experienciando dia a dia
No portal da vida... que ensina,
Assim passei por quarenta e cinco portais...
Confesso que não foi fácil,
Pois quanto mais conhecimento,
Maiores são as cobranças...
Mas cheguei até aqui e me tornei mais hábil.
Meu objetivo é caminhar em direção a Luz...
Por isso sou fiel a minha essência
Que emana  da fé em Deus...
E por isso agradeço todos os dias...
Pelas bênçãos...
E até pelas maldições,
Estas que manifestam sempre...
A presença do Criador...
Por isso celebro não só hoje,
Mas  cada dia,
A oportunidade da vida...
Que me desperta para a consciência
Resistência, alegria e contentamento.
Então estou constantemente aniversariando.
 
Leila Sl Ribeiro Uzum
29/09/2013

sábado, 21 de setembro de 2013

EXPERIÊNCIA DE PAIS



Há um período em que os pais vão ficando órfãos de seus próprios filhos. É que as crianças crescem independentes de nós, como árvores tagarelas e pássaros estabanados.
Crescem sem pedir licença à vida.

Crescem com uma estridência alegre e, às vezes, com alardeada arrogância. Mas não crescem todos os dias, de igual maneira, crescem de repente.

Um dia, sentam-se perto de você e dizem uma frase com tal maturidade que você sente que não pode mais trocar as fraldas daquela criatura.

Onde é que andou crescendo aquela danadinha que você não percebeu?

Cadê a pazinha de brincar na areia, as festinhas de aniversário com palhaços e o primeiro uniforme do maternal?

A criança está crescendo num ritual de obediência orgânica e desobediência civil.

E você está agora ali, na porta da discoteca, esperando que ela não apenas cresça, mas apareça!

Ali estão muitos pais ao volante, esperando que eles saiam esfuziantes sobre patins e cabelos longos, soltos.

Entre hambúrgueres e refrigerantes nas esquinas, lá estão nossos filhos com o uniforme de sua geração: incômodas mochilas da moda nos ombros.
Ali estamos, com os cabelos esbranquiçados.

Esses são os filhos que conseguimos gerar e amar, apesar dos golpes dos ventos, das colheitas, das notícias, e da ditadura das horas.
E eles crescem meio amestrados, observando e aprendendo com nossos acertos e erros.

Principalmente com os erros que esperamos que não repitam.

Há um período em que os pais vão ficando um pouco órfãos dos próprios filhos.

Não mais os pegaremos nas portas das discotecas e das festas.
Passou o tempo do ballet, do inglês, da natação e do judô.
Saíram do banco de trás e passaram para o volante de suas próprias vidas.

Deveríamos ter ido mais à cama deles ao anoitecer para ouvirmos sua alma respirando conversas e confidências entre os lençóis da infância, e os adolescentes cobertores daquele quarto cheio de adesivos, posters, agendas coloridas e discos ensurdecedores.

Não os levamos suficientemente ao Playcenter, ao shopping, não lhes demos suficientes hambúrgueres e cocas, não lhes compramos todos os sorvetes e roupas que gostaríamos de ter comprado.

Eles cresceram sem que esgotássemos neles todo o nosso afeto.
No princípio, subiam a serra ou iam à casa de praia entre embrulhos, bolachas, engarrafamentos, natais, páscoas, piscina e amiguinhos.
Sim, havia as brigas dentro do carro, a disputa pela janela, os pedidos de chicletes e cantorias sem fim.

Depois chegou o tempo em que viajar com os pais começou a ser um esforço, um sofrimento, pois era impossível deixar a turma a os primeiros namorados.

Os pais ficaram exilados dos filhos.

Tinham a solidão que sempre desejaram, mas, de repente, morriam de saudades daquelas "pestes".

Chega o momento em que só nos resta ficar de longe torcendo e rezando muito (nessa hora, se a gente tinha desaprendido, reaprende a rezar) para que eles acertem nas escolhas em busca de felicidade.

E que a conquistem do modo mais completo possível.
O jeito é esperar: qualquer hora podem nos dar netos.
O neto é a hora do carinho ocioso e estocado, não exercido nos próprios filhos, e que não pode morrer conosco.

Por isso os avós são tão desmesurados e distribuem tão incontrolável carinho. Os netos são a última oportunidade de reeditar o nosso afeto.
Por isso é necessário fazer alguma coisa a mais, antes que eles cresçam.

Aprendemos a ser filhos depois que somos pais. Só aprendemos a ser pais depois que somos avós...

Autor: Affonso Romano de Sant'Anna

QUEBRE O CICLO




Um famoso senhor, com poder de decisão, gritou com seu diretor porque estava com ódio naquele momento.

Seu diretor, chegando em casa, gritou com sua esposa porque estava gastando demais.

A esposa, por sua vez, gritou com a empregada que quebrou um prato.

A empregada chutou o cachorrinho no qual ela tropeçara.

O cachorrinho saiu correndo e mordeu uma senhora que ia passando pela rua, porque estava atrapalhando sua saída pelo portão.

Essa senhora foi a farmácia tomar vacina e fazer um curativo, e gritou com o farmacêutico porque a vacina doeu ao aplicar.

O farmacêutico, chegando em casa, gritou com sua mãe porque o jantar não estava ao seu agrado.

Sua mãe, idosa, passando a mão em seus cabelos e beijando-lhe a testa, disse:
- Você está muito nervoso, trabalhou muito, e a esta hora já está cansado; amanhã você vai se sentir melhor. Abençoou-lhe e foi deitar.

Naquele momento, o círculo do ódio se rompeu, porque encontrou a tolerância, o perdão, a paz e o amor.

Se você está ou entra em um círculo de ódio, lembre-se de que com tolerância, perdão, paz e amor pode-se quebrá-lo!

Desconheço autoria
Retirado da revista Histórias para viver feliz

Paciência - Lenine

domingo, 15 de setembro de 2013

MOVIMENTO EXPRESSÃO DA VIDA EM BUSCA DO SUCESSO



Observando as pessoas de sucesso descobri que,elas conseguiram realizar seus sonhos, sacrificando algo que momentaneamente seriam irresistíveis, como domingos e feriados, e isso ocorreu Centenas de vezes.
Então pensando descobri que se quiser construir uma relação saudável com seus filhos terá que dedicar tempo a esse propósito, para isso terá que vencer o cansaço e reservar um tempo para estar verdadeiramente com eles e assim por inúmeras vezes, abri mão do orgulho e comodismo.
Analisando relacionamentos, percebi  que se você desejar um casamento gratificante,  a meta será voltada para o investimento constante de tempo , energia, afeto, suavidade, carinho, compreensão e muita boa vontade nesse sentido!
Compreendi que o sucesso se constrói durante a noite, momento em que a reflexão e a liberdade dão vazão a criatividade que mora bem longe da obrigação.
No entanto o resultado surge quando a criatividade pessoal rompe as algemas do senso comum, na possibilidade das escolhas pessoais, muitas vezes consideradas anormais.
Para atingir um objetivo pessoal, é preciso ser diferente, quebrar as barreiras do trivial.
A maioria não é espelho para a realização do sucesso, a inovação exige mudança, exige coragem... Para estudar no horário em que todos estão dormindo ou divertindo-se nos bares, comendo batatas ou assistindo filmes.
Exige planejamento enquanto outros vivem apenas por viver, passando o tempo clicando o botão do controle remoto com uma tigela enorme  de pipoca ou vários copos de cerveja.
Esses apenas esperam que o sonho se realize por um passe de mágica... Como no conto de fadas.
Iludidos decepcionam-se quando compreendem que a mágica nada mais é do que uma ilusão.
Nuvem passageira... Levada pelo vento... Que pouco a pouco abre as portas para a depressão... O mal do século... Motivado pelos sentimentos de culpa que instigam o auto castigo.
Pois a ilusão não move ninguém... Ela apenas faz nascer os perdedores... Que se prostram a beira do caminho... Para passar o resto da vida murmurando... No muro das lamentações justificando suas  escolhas equivocadas com inúmeras desculpas.
Diante disto tudo descobri que para levantar e dar a volta por cima é preciso atitude, vontade de encontrar um meio de esticar o pé no fundo do poço até alcançar a mola propulsora que o levará de volta à realidade, onde o movimento é a expressão de vida que pulsa e segue em busca do sucesso.
Impulsionando constantemente o ser para  realização, sem se importar com as tentativas, mas com o objetivo de alcançar a meta da realização que leva o ser ao êxtase do prazer supremo que confirma a vida e alimenta a motivação.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

COMO SE MEDE UMA PESSOA?


FITA MÉTRICA DO AMOR

Como se mede uma pessoa? Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento. Ela é enorme pra você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. É pequena pra você quando só pensa em si mesmo, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.

Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto. É pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas: será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições? Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes.

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande. É a sua sensibilidade sem tamanho.

Martha Medeiros.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Não sei quantas almas tenho



Não sei quantas almas tenho. 
Cada momento mudei. 
Continuamente me estranho. 
Nunca me vi nem acabei. 
De tanto ser, só tenho alma. 
Quem tem alma não tem calma. 
Quem vê é só o que vê, 
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo, 
Torno-me eles e não eu. 
Cada meu sonho ou desejo 
É do que nasce e não meu. 
Sou minha própria paisagem; 
Assisto à minha passagem, 
Diverso, móbil e só, 
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo 
Como páginas, meu ser. 
O que segue não prevendo, 
O que passou a esquecer. 
Noto à margem do que li 
O que julguei que senti.
Releio e digo: "Fui eu ?"
Deus sabe, porque o escreveu.

Fernando Pessoa

sábado, 24 de agosto de 2013

Christina Perri A Thousand Years (Official Music Video)Legendado




Amo essa música!

DANÇA COMIGO






"Viver deveria ser como a dança: 
o propósito não é chegar a um determinado lugar.
 É desfrutar cada passo ao longo do caminho."
Aglair Grein-psicanalista

A vida nos leva sempre a fazer  escolhas,
entre pensamentos, sentimentos,
 coisas e pessoas !
Isso implica em ter o presente como forma de
abrir mão de outras  possibilidades; 
A dúvida será sempre...
Como  teria sido se as escolhas fossem diferentes?
Isso jamais saberemos, 
Como está sendo é uma determinante,
Para a necessidade de mudança,
Uma  nova oportunidade 
De fazer melhores escolhas!

Leila Sl Ribeiro Uzum

terça-feira, 20 de agosto de 2013

LAÇOS ETERNOS







Então a vida nos direciona aos poucos para o que é bom;
Ela traz e leva os anjos ou demônios!..
Pessoas que serão indispensáveis para o nosso crescimento durante a nossa trajetória;
Enquanto umas nos farão evoluir, 
Outras tentarão nos atrasar até que tenhamos discernimento,
Para querer mudar...
Até que o amor verdadeiro tome o lugar da paixão que enlouquece usurpando a razão;
Mas há um instante em que o estalo dos dedos como mágica  libera a hipnotização.
Ai, o mundo muda, as oportunidades surgem e a vontade realidade;
O que não serve então perde espaço, desaparece, cede lugar...
Para o novo, porém quem de fato for para ficar, estará sempre ao nosso lado
Nos momentos alegres e tristes;
O transitório irá, porque os laços eternos são mais fortes.
Por isso sempre haverá mil motivos,
Para amparar, celebrar e sempre incondicionalmente fazer a escolha de amar!



Leila Sl Ribeiro Uzum

domingo, 18 de agosto de 2013


Ora um olhar angelical

Sobre asas que lhe protegem de todo mal.
Ora um olhar fatal
Com garras que ferem o mais puro mortal.
Como pode ela
Felina, feroz.
Anjo doce
Voar alto como um albatroz?
E rastejar fundo...
Suja, no imundo.
Ela fere.
E é ferida pelo mundo...
Mostra seu olhar doído
Seu olhar arrependido por ferir...
Flores se abrem depois da chuva.
Máscaras caem depois da luta...
Não há como omitir.
Olhares...
Que se cruzam depois da permuta.
Olhares cansados...
Apaixonados...
Olhares.
Verdadeiros olhares...

Carolina salcides

ENCONTRO DE OLHARES










E assim, 
como o meu olhar penetra a profundidade da tua Alma, 
o teu olhar desvenda os mistérios da minha...
  

"Não havíamos marcado hora,
 não havíamos marcado lugar. 
E, na infinita possibilidade de lugares, 
na infinita possibilidade de tempos, 
nossos tempos e nossos lugares coincidiram. 
E deu-se o encontro". 

(Rubem Alves) 

domingo, 28 de julho de 2013

EU CREIO NA INSPIRAÇÃO DE FRANCISCO





Se me perguntarem qual é a minha religião, certamente direi: Católica! ''- Ah, então você é idólatra?
'' Respondo: não! Sou extremamente religiosa no sentido de acreditar em um ser superior, algo que para mim responde pelo nome de Deus, a Quem amo, a Quem respeito, a Quem sigo pelo que fala a meu coração, que me protege, que me guia. Este Deus não está em templos ou altares, 'eu resido Nele'. 
Ele me fala sobre respeito por sua criação. Ele me fala de bondade, de fé, de esperança, de amor. 
Ele incutiu em mim valores que sigo e guardo como fortaleza da minha própria integridade. 
Ele está no catolicismo, no islamismo, no hinduísmo, no budismo, no espiritismo. 
Nas religiões do Bem*. Mas os 'ismos' são do homem para o homem. Discursos e dogmas. 
Em cada um dos 'ismos' há avatares. Respeito todos, apesar de não ser adepta de alguns deles. 
Tenho acompanhado o Papa Francisco. E percebo nele esses traços de grande ser humano, de sinceridade, de amor e generosidade.
Ele sorri, ele fala simples, é simples por natureza. Bonito! 
Sorri e mesmo ciente de seu poder e sua responsabilidade despoja-se, como o Francisco de Assis que o inspirou em seu título. 
Aliás um Santo que sempre me levou a Deus pela sua escolha de vida, um modelo de como servir a Deus e ao próximo, que sempre fez parte da minha vida, desde o nome de minha mãe Francisca a qual minha avó consagrou quando ela nasceu, até o término da Faculdade escolhida por mim, por ter uma filosofia humanista advinda dos franciscanos.
Por isso declaro-me apaixonada por ele, pois para mim representou a expressão total de São Francisco inundado do amor de Cristo por Deus . Que ele continue trazendo um belo discurso e uma prática coerente.
O mundo precisa...

Leila Sl Ribeiro Uzum

domingo, 21 de julho de 2013

DECIFRO-ME



Decifro-me para ti o quanto posso
Mostro minhas formas
Meus rostos
Tudo que podes ver.
Por analises e  filosofias
que um dia ousei absorver.
Tenho sentidos e fortes intuições
E sigo de corpo e alma
Sem razões...
Porque a razão nem sempre me satisfaz...
Sou como a mãe natureza
Sou fugaz.
Minha certeza é passageira
Amanhã já não sei mais.
Um dia sou caçadora
No outro posso ser caça.
As estações passam
A lua muda
Como eu haverei de ser a mesma?
Sabes que não sou...
Hoje sou minha

Amanhã quem sabe tua...
Pois sou como a natureza
Mesmo que me arranquem todas flores
Jamais deterão minha primavera.
Eu nasci para exalar
Toda leveza, todo amor.
Toda vida que há em mim
Sou mulher e flor.
Sou montanha
Pedra e espinho.
Sou assim, sempre assim.
Do mundo
Tua
De mim.


Leila Sl Ribeiro Uzum

RACIONALIDADE







'Se você deseja ser excessivamente racional, desista.

Em algum momento entrará em contradição.
Se almeja ser extremamente cartesiano, matemático, desista.
Em algum momento sua emoção o trairá.
E, se conseguir ser racional e estritamente lógico, a vida perderá o sabor, o tempero. Estará apto para ser um alienígena, e não um ser humano.
Somos deliciosamente ilógicos.
Nossos gostos, expectativas, sensibilidades, preferências, disposições mudam com o tempo. Sofremos menores ou maiores transformações a cada momento existencial.''

Augusto Cury........♥

sábado, 29 de junho de 2013

CELEBRAR

Independente do que tenha acontecido durante a semana, apesar de fatos tristes que geram nossa inconformação com a realidade, o melhor a se fazer é isto...Celebrar.





sábado, 22 de junho de 2013

PACTO COM A FELICIDADE


Conforme o tempo passa, algumas coisas deixam de ter importância e outras ganham um valor imenso.
Por isso:

De hoje em diante todos os dias ao acordar, direi:
Eu hoje vou ser Feliz!
Vou lembrar de agradecer ao sol,
pelo seu calor e luminosidade,
sentirei que estou vivendo, respirando.
Posso desfrutar de todos os
recursos da natureza gratuitamente.
Não preciso comprar o canto dos pássaros,
nem o murmúrio das ondas do mar.

Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores,
e a suavidade da brisa da tarde.
Vou sorrir mais, sempre que puder.
Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Não vou julgar os atos dos meus semelhantes ou companheiros,vou aprimorar os meus.
Lembrarei de ligar para alguém
para dizer que estou com saudades.
Reservarei minutos de silêncio
para ter a oportunidade de ouvir.
Não vou lamentar nem amargar as injustiças,
vou pensar no que posso fazer
para diminuir seus efeitos.
Terei sempre em mente que um minuto
passado, não volta mais,
Vou viver todos os minutos proveitosamente,
Não vou sofrer por antecipação
prevendo futuros incertos,
Nem com atraso, lembrando de
coisas sobre as quais não tenho mais ação.

Não vou pensar no que não tenho
e que gostaria de ter,
mas em como posso ser feliz
com o que possuo,
e o maior bem que possuo é a própria vida.
Vou lembrar de ler uma poesia
e de ouvir uma canção,
vou dedicá-las a alguém.

Vou fazer alguma coisa para alguém,
sem esperar nada em troca,
apenas pelo prazer de ver alguém sorrir.
Vou lembrar que existe alguém que me quer bem,
vou dedicar uns minutos de pensamento
para os que já se foram,
para que saibam que serão sempre
uma doce lembrança,
até que venhamos a nos encontrar outra vez.
Vou procurar dar um pouco de alegria para alguém,
especialmente quando sentir que a tristeza e o desânimo querem se aproximar.

E, quando a noite chegar,
vou olhar para o céu, para as estrelas e para o luar e agradecer aos Anjos e a Deus, porque
Hoje Eu fui Feliz!

(Carlos Drummond de Andrade)