segunda-feira, 8 de março de 2010

MULHER




A mulher é o único ser da criação



que abriga dentro de si, um templo.


Só ela sabe ser Santa e ser Mulher,


Ser forte quando precisa, e ser frágil quando quer.


Mulher que gera vidas e cria a Humanidade.


Que sabe ser estrela, e sabe ser saudade.


Só ela sabe ser Mulher e ser Menina,


ser Sedutora e ser Feminina.


Ela é Luz quando brilha,


é Paz quando acalma e tranquiliza.


Ela é música quando é alegria,


é ritmo vibrante quando improvisa.


Ela é tempestade quando chora,


ou um vulcão quando Ama.


Ela sofre discriminação,


é incompreendida, mas sabe superar.


Sofre preconceitos,


tem lá os seus defeitos, mas sabe perdoar.


Só ela consegue lutar pela vida,


se transformando em fera,


mas sem perder a doçura.


Mulher que fecunda um novo ser,


se transformando em um anjo de candura.


É mulher e é amante, é companheira e é guerreira,


Ela pode até perder a luta,


mas nunca perde os seus ideais...


Ela pode até perder os seus amores,


mas nunca desiste dos seus sonhos.


É feminina, sensível, amável, sem perder a força.


Ela é ternura quando envolve,


é segredo quando encanta.


Assim como a lua, ela tem as suas fases,


todas imprevisíveis, todas incomunicáveis.


A mulher é o maior de todos os mistérios,


que o Homem ainda não conseguiu desvendar,

Pois nem Freud conseguiu desvendá-la, dizendo:

" Para saber o que pensa uma mulher consulte o Poeta".



2 comentários:

Carlos Rímolo disse...

Querida amiga poetisa!!!!
Muito linda seu poema "Mulher". Adorei. Meus parabéns!
POETA CIGANO - 09/03/2010

carlosrimolo.blogspot.com

Dulce disse...

Mas,como dizia Simone de Beauvoir: Não se nasce mulhre: torna-se.
Bjs.